Deusas da vida real. A Aqualtune que existe em mim: um autorretrato de Sabrina Santos

Atualizado: Jul 6


Sabrina, uma mulher com tranças, gestante e que gostava de cantar, foi assim que ela conheceu a Abayomi. Na sua infância vivenciou cenas de violência doméstica, mas seu pai passou para o outro plano quando ela tinha apenas 4 anos. As marcas deixadas, contudo, foram profundas. A mente e o espírito de sua mãe nunca mais foram os mesmos.



Diante disso, foi morar com a avó aos 6 anos, sendo submetida a uma educação mais rígida. Mesmo tão criança, Sabrina cuidou do seu irmão mais novo.


Sua avó cortava o cabelo dela bem baixinho pra “não dar trabalho”. Sabrina não gostava muito da sua estética, pois sempre foi grande, as pessoas a consideravam adulta, já na escola era chamada pra brincar e sempre lhe atribuíam o papel de bruxa má, que corria atras das criancinhas.


Sabrina ia visitar a mãe e pegava algumas conduções sozinha e quando ela passava pela UFRPE, ela admirava aquele lindo prédio e dizia pra ela mesma que um dia estudaria ali. Ela adorava passar por ali e ver os estudantes e o clima que aquele ambiente exalava. Ela também adorava ver o mar, pois remetia às boas lembranças do passado.


Aos 10 anos voltou a morar com a mãe e encontrou na igreja evangélica, uma espécie de refúgio, pois cantava na equipe de louvor. Contudo, para estar ali precisava que o cabelo estivesse alisado, como as outras meninas da igreja, pois não queria estar fora dos padrões.


Então, a pedido de Sabrina sua mãe levou-a em um salão para alisar seu cabelo e foi um dos primeiros traumas, pois o secador queimava o couro cabeludo da Sabrina, ela chorou bastante, mas no final estava feliz por ter o cabelo liso com o qual tanto sonhava.


Nessa época, para ganhar algum dinheiro fazia rifas de caixa de chocolate. O único livro disponível, fora os de estudo, era a bíblia. Sua mãe tinha comprado uma bíblia grande e lá tinha um esquema pra ler a bíblia toda em um ano e ela conseguiu, a partir dai, passou a interpretar melhor os textos e usava o dicionario quando era preciso.

Nos intervalos entre as leituras e o colégio, a menina vendia coxinhas pela rua, iogurte, desinfetante e outras tantas coisas, tudo para ajudar na renda familiar.


Sabrina estudou em colégio público e aos 16 anos começou a trabalhar no comércio, mas mesmo cansada ia pra escola à noite. Ela fez o Enem e tirou uma nota muito boa na redação, afinal sempre gostou de escrever. E soube de uma bolsa de estudos chamada PROUNI, ela não exitou em colocar Direito como sua opção.

Conseguiu a bolsa na UNICAP, concluiu os estudos, passou na OAB, estudava para concurso, mas não passou em nenhum, jhavia desistido de estudar.


Nesse meio tempo, com a onda de cabelos cabelos cacheados, ela se perguntava porque tinha que alisar os cabelos. Ela via relatos de mulheres falando sobre o big shop e como isso tinha transformado a vida delas. Ela se perguntava porque tinha alisado os cabelos tão nova e começou a se identificar com essas histórias.

Conseguiu a bolsa na UNICAP, concluiu os estudos, passou na OAB, estudava para concurso, mas não passou em nenhum, havia desistido de estudar.

Nesse meio tempo, com a onda de cabelos cabelos cacheados, ela se perguntava porque tinha que alisar os cabelos. Ela via relatos de mulheres falando sobre o big shop e como isso tinha transformado a vida delas. Ela se perguntava porque tinha alisado os cabelos tão nova e começou a se identificar com essas historias. Até que decidiu cortar seu cabelo alisado bem curtinho.

E a partir dessa decisão começou uma serie de problemas de autoestima, até que ela decidiu procurar uma psicóloga, que disse: “você precisa de amigas negras na sua vida e você precisa se amar. Você se acha bonita com o seu cabelo cacheado?“ Eu dizia que sim, mas não sabia porque estava tão pra baixo.


Logo depois engravidou e nesse período decidiu advogar, matriculando-se em uma pos-graduação. Mais uma vez sofreu ataques pela sua estética, visto que era a única com cabelos crespos na sala de aula.


Tem tatuada na memória a lembrança do dia no qual não conseguiu se defender das agressões de um professor, que a discriminava em plena sala de aula: "se você quer advogar, você não pode ter o cabelo que quiser! Eu não gosto da sua aparência!".

Sabrina se encolheu, não tinha argumentos para combater aquele crime. Foi nessa época que ela viu que aconteceria uma palestra, promovida pela comissão de igualdade racial da OAB – PE , em ocasião do dia da mulher negra latina-americana e caribenha.


Foi naquele espaço, que nunca tinha parecido lhe pertencer, que viu uma oportunidade de conhecer mulheres que compartilhassem o mesmo propósito de luta pela justiça, que o seu espírito sempre carregara.

A conexão foi tão intensa, que passou a integrar a comissão de igualdade racial, convivendo com diversas mulheres potentes e inspiradoras, que lhes apresentaram as feministas negras e as ideias de quilombismo e Ubuntu.


Esse momento foi um grande divisor de águas para Sabrina, que, por fim, começou um novo sonho, o de ingressar nos cargos de poder do sistema de justiça, tornado-se uma das co-fundadoras da Abayomi Juristas Negras. ⁣

Esse sonho ainda está no início, temos um longo caminho a trilhar, mas só em fazer parte desse quilombo e ter esse letramento racial, ganhando consciência sobre o lugar que o meu corpo negro ocupa na sociedade está sendo libertador. ⁣

Somos a ancestralidade do futuro e eu espero que minha história não seja lida com pena ou com coitadismo, mas sim como uma narrativa de vitórias, potências e superação dos desafios. Eu honro a minha ancestral Aqualtune, rainha guerreira, ao lutar por um mundo mais justo.”⁣


#julhodaspretas #julhodasmulheresnegras

#eunaosouracistamas #campanhacontraoracismoinstitucional #campanhadasadvogadasnegrasdepernambuco #advogadasnegrasdepernambuco #advogadasnegraspe#juristasnegras #abayomijuristasnegras #racismoestrutural #racismoinstitucional #antirracismo #

13 visualizações
 

©2019 by professorachiara. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now